"Este clube [AC Milan] está excluído de participar nas próximas competições de clubes da UEFA, nas quais se qualificaria nas próximas duas épocas (2018/19 e 2019/20, sujeito a qualificação)", pode ler-se no comunicado hoje publicado.

O clube do avançado André Silva poderá, todavia, recorrer desta decisão junto do Tribunal Arbitral do Desporto.

O AC Milan foi o sexto qualificado na primeira liga de futebol italiana.

Esta não é a primeira vez que o clube italiano fica fora das provas europeias: em 1991, quando disputada a segunda mãe dos quartos de final contra o Olympique de Marselha, em França, os italianos perderam o encontro por desistência — depois de saírem se campo na sequência de um problema de iluminação. A decisão custou-lhes um ano de suspensão das competições europeias. O diretor do Milan à data, Adriano Galliani, foi suspenso por dois anos de funções associadas ao futebol.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.