Numa tirada de 199,5 quilómetros, iniciada em Hellín e com uma contagem de montanha de primeira categoria a três quilómetros da meta, Alaphilippe terminou em 4:37.55 horas e foi o mais forte do grupo de fugitivos, batendo o esloveno Jan Polanc (UAE Team Emirates) e o polaco Rafal Majka (Bora-hansgrohe) por dois segundos, enquanto Nelson Oliveira chegou 28 segundos depois do vencedor.

O português ficou à beira do ‘top-10′, subindo do 22.º ao 11.º posto, a 2.03 minutos do camisola vermelha, Chris Froome, que concluiu a tirada no 14.º lugar, a 1.27 minutos de Alaphilippe, e ganhou tempo aos seus principais adversários.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.