O piloto, de 25 anos, nascido em Londres e que também tem a nacionalidade britânica, foi o escolhido para ocupar o lugar deixado vago pela saída de George Russell, que rumou à Mercedes.

“Estou muito animado e ansioso para voltar a ter um lugar na Fórmula 1 em 2022. Quando saímos da Fórmula 1, nunca sabemos quando vamos voltar ou se vamos voltar. Por isso, estou extremamente grato à Red Bull e à Williams por acreditarem em mim e por me terem ajudado no regresso”, afirmou Albon.

Este ano, o piloto tailandês está a competir no Campeonato Alemão de Carros de Turismo (DTM), depois de ter perdido o seu lugar na Red Bull para o mexicano Sérgio Perez. Albon manteve-se como piloto de reserva da escuderia.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.