Em videoconferência desde Londres, cidade onde reside desde que representa o Arsenal, o ex-atleta do FC Barcelona admitiu não ter declarado verbas relativas aos seus direitos de imagem e assumiu também ser proprietário da empresa Numidia Trading Limites, radicada em Malta, à qual simulou ceder os referidos direitos.

Com esta declaração, a defesa de Alexix Sánchez pretende um acordo que lhe permita evitar ser julgado, tal como aconteceu com o argentino do Barcelona Javier Mascherano, representado pelo mesmo advogado, David Aineto.

Mascherano evitou um ano e meio de prisão ao pagar um milhão e meio de euros às autoridades tributárias.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.