O piloto natural de Santo Tirso tem estado ao ataque durante todo o dia e já recuperou, nas seis especiais disputadas este sábado, mais de um minuto e meio ao piloto algarvio.

À entrada da superespecial do Porto, a última classificativa deste segundo e penúltimo dia de prova, Araújo tem, agora, 11,3 segundos de vantagem sobre Teodósio, anulando o tempo perdido na sexta-feira, com um furo.

Apesar de já não ser pontuável para o Campeonato de Portugal de Ralis, nove pilotos lusos alinharam à partida deste sábado.

Pelo caminho já ficaram Vítor Calisto (Toyota Yaris) e José Pedro Fontes (Citroën C3).

Na geral, Araújo é 15.º e Teodósio 16.º, ocupando os sexto e sétimo lugares da categoria WRC2.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.