Num comunicado, o clube minhoto informa ter recebido na segunda-feira “uma proposta formal por parte do Atlanta United FC de 17,8 milhões de dólares (a pronto pagamento) [15 milhões de euros] – aos quais acrescenta-se mais cinco por cento referente ao mecanismo de solidariedade – para a compra de 100 por cento dos direitos económicos do jogador Ricardo Horta”.

Detalha o Sporting de Braga que, aquando da anterior renovação do contrato, em 2019, “comprometeu-se a deixar sair Ricardo Horta mediante uma oferta igual ou superior a 15 milhões de euros” e, por isso, colocou à consideração do jogador a possibilidade de saída.

“Após curta reflexão, Ricardo Horta agradeceu o interesse do Atlanta United FC, mas entendeu rejeitar esta oferta, alegando que este não era o momento de abandonar um clube no qual se sente valorizado, feliz e, acima de tudo, em casa”, lê-se.

O clube liderado por António Salvador assume que “este seria, para qualquer clube português, um encaixe financeiro significativo”, mas “enaltece a atitude do capitão Ricardo Horta e agradece mais esta inequívoca demonstração de profissionalismo e dedicação ao clube”.

Por último, o Sporting de Braga revela ter apresentado, “de imediato, uma proposta de renovação a Ricardo Horta por mais cinco anos (até 2026)”, sendo que em 2019 tinha renovado até 2024.

Internacional A por uma vez, o avançado de 26 anos está a iniciar a sexta época ao serviço dos bracarenses.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.