O adiamento dos Jogos foi benéfico para a preparação ou foi mais um momento de ansiedade?

O adiamento foi benéfico, pois tive a oportunidade de trabalhar com tempo.

Ao longo deste ciclo paralímpico, quando é que pensou: este é momento do “tudo ou nada”? 

Pensei mais no momento em que estava a competir nos internacionais no Brasil (São Paulo) e de seguida no Perú (Lima).

BI Paralímpico

Beatriz Monteiro

Modalidade: Badminton

Prova: Singular SU5

Idade: 15 anos

Naturalidade: Lisboa

Clube: Associação Académica de Coimbra

Treinador: Diogo Silva

Participações: Beatriz Monteiro estreia-se nas participações paralímpicas na estreia de Portugal na modalidade.  

Factos & Curiosidades: Aos 15 anos, Beatriz Monteiro é a atleta mais jovem da Missão Paralímpica. Será, juntamente, com Miguel Monteiro, recordista mundial de lançamento do peso, porta-estandarte de Portugal na cerimónia de abertura dos Jogos Paralímpicos Tóquio 2020.

A atleta da Associação Académica de Coimbra somou três pódios em torneios internacionais da modalidade em singulares SU5 (bronze no Internacional de Badminton, em 2018 e 2020, e prata no no Internacional de Lima, em 2020). Beatriz Monteiro foi ainda bronze no Campeonato da Europa Rodez, em 2018.

Qual o pior momento na preparação?

Acho que não há pior momento, tudo influencia a evolução de um atleta e ajuda-o a crescer mentalmente.

Qual a maior dificuldade que espera encontrar em Tóquio?

Sinceramente, penso que seja o fuso horário, mas espero que com a aclimatação vá melhorando.

Qual a coisa mais inusitada que leva na bagagem para o Japão? 

Acho que na bagagem não trouxe nada inusitado, mas o mais importante para mim é levar a minha nação nas costas da minha t-shirt de competição.  

Quais são os objetivos em termos de resultados/marcas?

O meu objetivo é dar o meu melhor, divertir-me e acima de tudo representar Portugal da melhor forma.

Que memória tem dos primeiros Jogos que assistiu? 

Só assisti ao Jogos olímpico de Tóquio e, para mim, a melhor memória que vou recordar é a garra e a determinação que os atletas demonstram.

Quem é o melhor atleta paralímpico de sempre na sua modalidade?

De momento, é uma atleta chinesa (Qiuxia Yang), atual campeã do mundo.

Se ganhar uma medalha, a quem a vai dedicar?

Vou dedicar à minha avó. Infelizmente faleceu há três anos, mas é, sem dúvida, uma pessoa muito importante para mim.

________

O adiamento, o "tudo ou nada" e os principais objetivos. Rumo aos Jogos Paralímpicos, que se realizam de 24 de agosto a 5 de setembro, desafiámos alguns dos atletas lusos a responder a um Questionário Paralímpico. Portugal estará representado em Tóquio por 33 atletas. Acompanhe todas as notícias, destaques e resultados no SAPO24

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.