O clube lisboeta, o único português na lista dos 32 mais valorizados da Europa, tem um valor comercial de 340 milhões de euros (ME), ainda assim muito distante dos líderes, os ingleses do Manchester United, que se tornaram os primeiros a ultrapassar a barreira dos três mil ME (3.095 mil ME).

O Real Madrid, onde alinha o internacional português Cristiano Ronaldo, melhor futebolista mundial de 2016, surge na segunda posição, atrás do clube treinado pelo português José Mourinho, com um valor comercial de 2.976 ME, seguindo do rival FC Barcelona, com 2.765 ME.

A lista divulgada pela KPMG é dominada pelos clubes que integram os cinco principais campeonatos europeus – Alemanha, Espanha, França, Inglaterra e Itália -, com seis exceções, uma das quais o Benfica, tetracampeão português.

Os turcos do Galatasaray são os primeiros de um campeonato diferente, na 21.ª posição, seguidos dos compatriotas do Fenerbahçe (22.º), Benfica (23.º), Ajax (Holanda, 26.º), Besiktas (Turquia, 30.º) e PSV Eindhoven (Holanda, 31.º).

O estudo da empresa de auditoria tem em consideração os resultados desportivos, a popularidade dos clubes nas redes sociais e as receitas obtidas entre 2014 e 2016.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.