Os brasileiros, cinco vezes campeões do mundo, procuram a 12.ª presença nas meias-finais de Mundiais, depois de se terem imposto, com autoridade, à Coreia do Sul, de Paulo Bento (4-1), nos ‘quartos’, já com Neymar recuperado de lesão.

Pela frente, a seleção ‘canarinha’ vai enfrentar a Croácia, finalista vencida em 2018, que, sob a ‘batuta’ de Modric, está pela terceira vez nesta fase da competição, depois do terceiro lugar em 1998, após um percurso sofrido, com apenas com um triunfo, frente ao Canadá, por 4-1, e a eliminação do Japão, nos penáltis (3-1, após a igualdade 1-1), momento em que ‘brilhou’ Livakovic ao defender três cobranças nipónicas.

O embate entre Brasil e Croácia está marcado para as 18:00 locais (15:00 em Lisboa), para o Estádio Education City, e vai ser arbitrado pelo inglês Michael Oliver, naquele que vai ser o terceiro embate entre as duas seleções em Mundiais, depois dos dois triunfos ‘canarinhos’, nas fases de grupos dos certames de 2006 e 2014.

Depois, Argentina e Países Baixos reeditam reeditando a final de 1978, às 22:00 (19:00), no Estádio Lusail, sob arbitragem do espanhol Antonio Mateu Lahoz.

Com os benfiquistas Otamendi e Enzo Fernández, a seleção sul-americana, duas vezes campeã e três vezes finalista, aspira à sexta presença nas ‘meias’, depois de ter arrancado a competição com uma surpreendente derrota frente à Arábia Saudita (2-1) e afastado a Austrália nos ‘oitavos’ (2-1).

Os eternos candidatos Países Baixos, com o recuperado Memphis Depay, ainda sonham com o primeiro título mundial — perderam as finais de 1974, 1978 e 2010, tendo, na 11.ª presença, vencido o Grupo A, impondo-se a Senegal, Equador e Qatar, e os Estados Unidos (3-1), já na fase a eliminar, para tentar chegar pela sexta vez às meias-finais.

Argentina e Países Baixos já se defrontaram cinco vezes em Mundiais, com vantagem [teórica] para a formação europeia, que venceu dois dos duelos, mas perdeu os mais importantes: a final de 1978, por 3-1, após prolongamento, e a meia-final de 2014, nas grandes penalidades (4-2, após 0-0).

Os vencedores dos jogos de hoje defrontam-se na primeira meia-final do Mundial2022, na terça-feira, enquanto as restantes vagas vão ficar definidas no sábado, dia dos embates entre Portugal e Marrocos e entre Inglaterra e França.

JP // NFO

Lusa/Fim

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.