Jian Yang, vice-campeão olímpico, era o favorito ao triunfo na capital magiar e confirmou as perspetivas, impondo-se com 515,55 pontos, deixando o japonês Rikuto Tamai a 27 pontos.

Rikuto, de somente 15 anos, liderou a prova durante quatro das seis rondas, intrometendo-se na luta pelo ouro entre os dois grandes favoritos, deixando Hao Yang a 2,55 pontos.

Há três anos, nos Mundiais de Gwangju, na Coreia do Sul, a superpotência asiática levou 12 ouros. A exceção foi a prova mista de saltos sincronizados de trampolim de três metros, porque não estava no programa olímpico.

Os atletas chineses ganharam duas medalhas em cada evento individual que está no programa olímpico e venceram todos os seis eventos sincronizados, além de um evento por equipas.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.