Na conclusão de uma fuga, no final dos 161 quilómetros de ligação entre Florença e Bagno di Romagna, Fraile foi mais forte do que Rui Costa no restrito ‘sprint’ final, negando ao português a sua quarta vitória de etapas em grandes voltas, depois de três triunfos na Volta a França (um em 2011 e dois em 2013).

Fraile cumpriu a tirada em 4:23.14 horas, o mesmo tempo atribuído a Rui Costa e ao francês Pierre Rolland (Cannondale-Drapac), terceiro classificado, enquanto o pelotão chegou cerca de dois minutos depois, com o holandês Tom Dumoulin (Sunweb) a conservar a liderança.

Na quinta-feira, a 12.ª etapa vai ligar Forlì a Reggio Emilia, na distância de 229 quilómetros.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.