Não foram todos, mas foram 18 em 20. E apenas o Manchester City se absteve de votar contra o Newcastle numa reunião realizada de emergência na segunda-feira pelos dirigentes dos clubes ingleses que compõem a Premier League, de acordo com o The Guardian.

Segundo o jornal britânico, a intenção prende-se com o facto de a Premier League não querer que a situação que se passou com o Manchester City, que beneficiou de patrocínios de empresas controladas por Abu Dhabi, se repita — a Etihad Airways é dos seus principais patrocinadores e dá inclusivamente o nome ao estádio dos Citizens. 

Em suma, pretendem e querem garantias de que o Newcastle não irá tirar partido da situação para se colocar numa posição de vantagem relativamente aos restantes clubes.

A decisão tomada esta segunda-feira contempla apenas as próximas três semanas, isto é, trata-se de uma medida temporária. No entanto, os clubes querem e têm a intenção de que a proibição se estabeleça de forma permanente.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.