“Não aceito que a nossa ambição esteja abaixo do ‘top-3’ na ‘Premier League’. Não quero estar cá para ser sexto, sétimo ou quinto. Estou cá para tentar ganhar, para competir. Acho que conseguimos competir, mas ainda não estamos ao nosso melhor nível. Ainda temos um longo caminho e acredito que, se mudarmos a mentalidade, vamos alcançar grandes coisas”, disse o avançado.

O Manchester United ocupa o sétimo posto na Liga inglesa, já a 22 pontos do topo, e é agora orientado pelo técnico alemão Ralf Ragnick, após o despedimento do norueguês Ole Gunnar Solskjaer e um período de transição a cargo do inglês Michael Carrick.

“Penso que, para construir algo de bom, às vezes, temos de derrubar certas coisas. Portanto, por que não? Ano novo, vida nova. Espero que o Manchester possa estar ao nível do que os adeptos querem. Eles merecem”, afirmou Cristiano Ronaldo.

O avançado português mostrou-se ainda entusiasmado com o que resta da temporada, receitando “trabalho árduo” e “união entre os jogadores”

“Ainda acredito que podemos fazer uma boa época, mas sabemos que vai levar o seu tempo para transportar as ideias do novo treinador para o relvado”, disse.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.