O espanhol Joan Barreda (Honda), que liderava a prova rainha de todo o terreno na categoria de motos, foi punido em uma hora pelo mesmo motivo e desceu para sétimo, cedendo a liderança ao chileno Pablo Quintanilla (Husqvarna), do qual Paulo Goncalves ficou já a distantes 1:07.26 horas.

Com a penalização imposta a Paulo Goncalves pela infração cometida na quinta-feira, durante a quarta etapa, entre Salvador de Jujuy (Argentina) e Tupiza (Bolívia), Hélder Rodrigues (Yamaha) passou a ser o português mas bem posicionado, na nona posição, com cerca de 10 minutos de vantagem sobre o compatriota.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.