O caso reporta-se a 21 de novembro e o advogado de Beckham, Gerrard Tyrrell, alegou no Tribunal de Bromley Magistrates, onde a estrela inglesa se apresentou hoje, que o seu cliente "não se lembrava" do incidente, mas admitiu a culpa.

David Beckham já tinha perdido seis pontos na sua carta de condução devido a processos relacionados com excesso de velocidade e, hoje, perdeu mais seis, tendo atingido os 12 pontos que implicam a perda do direito de conduzir veículos motorizados.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.