O defesa sadino foi um dos homenageados na gala do jornal ‘O Gaiense’, que distinguiu também o treinador do FC Porto, Sérgio Conceição, pela conquista do título de campeão nacional de futebol em 2017/2018.

Em declarações à entrada para a gala, Nuno Pinto agradeceu a homenagem e expressou que a lição de vida que retirou da doença que o afastou da competição esta época "é que se pode controlar quase tudo, menos a saúde".

“Alerto as pessoas para que tenham sempre cuidado, que façam exames, análises", disse Nuno Pinto, agradecendo o facto de a sua doença ter sido detetada "ainda numa fase inicial", o que "é sempre muito mais fácil de tratar", completou.

Apontando como maior sonho "voltar a jogar na próxima época", o jogador do Vitória de Setúbal não acha que possa constituir uma inspiração para os demais futebolistas, preferindo repetir o alerta.

"Não digo que possa ser uma inspiração, mas sinto que posso fazer um alerta para os mais jovens, porque o que é normal pensar-se é que o jogador profissional tem saúde, mas a verdade é que também pode adoecer", vincou.

O jogador agradeceu ainda "todas as manifestações de apoio" recebidas "dentro e fora do país, de clubes e a título individual" no período mais difícil da doença.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.