"É com prazer que vos anuncio que vamos ter a partir de junho um grande treinador para o Sporting Clube de Portugal. (...) um treinador ganhador, com experiência internacional, com hábito de apostar em jovens, (...) [capaz] de entrar rapidamente no futebol português (..) e alguém para voltar a pôr o SCP no caminho das vitórias. E também com este perfil de pai. O balneário do Sporting tem passado por questões muito complicadas, como todos sabemos, e eles precisam também de um pai. Lazlo Boloni vai fazer um pouco esse papel até ao final da época. Precisam de um pai que lhes dê força, confiança, segurança. E esse treinador é Juande Ramos", anunciou Pedro Madeira Rodrigues esta terça-feira, 28 de fevereiro.

Sabe o SAPO24 que, caso Madeira Rodrigues vença as eleições, o contrato com Ramos é de dois anos.

Segundo Madeira Rodrigues, Ramos tem uma "grande vontade de trabalhar com o Sporting, de pôr o Sporting a ganhar outra vez".

O candidato às eleições do Sporting elogiou o espírito ganhador do treinador "que encaixa que nem uma luva nos valores do Sporting". "Estamos muito satisfeitos, decidimos desde o início que este era o melhor timing" para anunciar, explicou Madeira Rodrigues, acrescentando que o objetivo era evitar que Ramos fosse "exposto" como Marco van Basten em 2011.

Juande Ramos não compareceu no evento de Madeira Rodrigues, mas deixou uma mensagem que foi transmitida aos presentes através de uma televisão colocada na sede de campanha do candidato.

Em declarações reproduzidas em vídeo durante o anúncio, o técnico espanhol apresentou-se e, em primeiro lugar, agradeceu a Pedro Madeira Rodrigues “a oportunidade (…) de ser, na próxima temporada, o treinador do Sporting". E prosseguiu: "Apresentou-me, claramente, o seu projeto para o clube e a sua competência e confiança fizeram-me tomar uma decisão fácil. Estou a 100% com o Pedro, com o seu projeto para o Sporting e espero que todos os sócios confirmem o meu nome como seu próximo treinador. Agradeço muito ao Pedro pelo seu convite e estou certo que não vamos defraudar os sportinguistas e que juntos vamos levar o Sporting à senda do triunfo e do êxito”, concluiu Juande Ramos.

Quem é o trunfo eleitoral de Madeira Rodrigues

Duas Taças UEFA, uma Supertaça europeia, uma Taça do Rei e uma Supertaça espanhola, tudo ao serviço do Sevilha e uma Taça da Liga Inglesa, com o Tottenham Hotspurs. Estas são as mais altas notas do curriculum de Juande Ramos, o treinador apresentado pelo candidato Pedro Madeira Rodrigues.

Trunfo eleitoral de Madeira Rodrigues nas eleições do Sporting Clube de Portugal, o técnico espanhol de 62 anos, teve o seu período áureo ao serviço do Sevilha entre 2005/2006 e 2006/2007 onde ganhou, em dois anos seguidos, a segunda prova da UEFA e a Supertaça europeia (2007). Na Andaluzia viria ainda a erguer a Supertaça espanhola e a “Copa del Rey”, no ano seguinte. Os sucessos de Juande Ramos prosseguiram no ano seguinte, ao serviço dos ingleses do Tottenham, erguendo a Taça da Liga inglesa.

Nascido na localidade de Pedro Muñoz, Espanha, Ramos construiu quase toda a sua carreira no seu país natal.

De acordo com o site transfermarket, soma 48,2% vitórias, 22,6% empates e 29,2% derrotas.

Sentou-se num banco pela primeira vez, com 34 anos, ao serviço do FC Elche Jugend. Passou por 12 clubes antes de chegar ao Sevilha, destacando-se Barcelona B, Rayo Valecano, Bétis, Espanhol e Málaga.

Após o período de ouro e da conquista no clube londrino ingressa no Real Madrid, em dezembro de 2008. Fica até final da época. Segue-se uma curta passagem pelo CSKA Moscovo e o Dnipro Dnipropetrovsk, onde cumpre 139 jogos como técnico, batendo os 116 jogos ao comando do Sevilha.

Sem títulos no leste europeu, o treinador do ano para a UEFA em 2005/2006, regressou esta época a Espanha e a um clube já tinha orientado: Málaga.

Saiu a 22 de dezembro, após a derrota, caseira, para a Taça do Rei, diante o vizinho Córdoba (3-4). Pediu a demissão ao presidente Abdullah Al-Thani e anunciou as razões da saída no seu site. O milionário presidente do Qatar retribuiu nas redes sociais.

"Perguntem a Jorge Jesus se ele vai exigir os tais 20 milhões de euros [de indemnização] ou se vai sair pelo seu pé"

Durante o anúncio de Juande Ramos, Madeira Rodrigues falou também de Jorge Jesus (JJ). Recorde-se que o candidato à presidência do Sporting não conta com o atual treinador dos leões, na sequência da integração de Jesus na Comissão de Honra da candidatura de Bruno de Carvalho, atual presidente e adversário de Madeira Rodrigues nas eleições de sábado.

Quando questionado novamente sobre a continuidade de JJ caso vença as eleições e do elevado custo financeiro que uma eventual rescisão de contrato possa ter para o clube, Madeira Rodrigues retorquiu: “Antes das eleições, perguntem a Jorge Jesus se ele vai exigir os tais 20 milhões de euros [de indemnização] ou se vai sair pelo seu pé. (…) Eu confio que ele vai fazer aquilo que é certo. Se não fizer, teremos os nossos trunfos.”

À pergunta acerca de quais seriam esses trunfos, o candidato respondeu que gostaria antes de saber a resposta de Jesus à questão da exigência ou não de uma indemnização para sair do Sporting CP, criticando depois o treinador e os resultados do clube: “Não chega o dinheiro todo que ele ganhou até agora com o Sporting, para ganharmos uma Supertaça e [alcançarmos] um segundo lugar? Não chega? Vai cobrar mais? A forma como a equipa está a jogar? Em forma claramente descendente? Vai cobrar os tais 20 milhões? Era muito importante que os sportinguistas soubessem isto, concluiu.

Reveja a conferência de imprensa:

O percurso eleitoral de Madeira Rodrigues

Madeira Rodrigues deu no último domingo à noite uma conferência de imprensa onde partiu para o ataque contra José Maria Ricciardi, Bruno de Carvalho e a Holdimo. Em causa está uma alegada conversa entre José Maria Ricciardi e Sikander Sattar, presidente da KPMG Portugal (ex-auditora do clube) e ex-membro do Conselho Fiscal do Sporting CP. Nesta gravação, Ricciardi terá defendido que "a única solução para a SAD é o Sporting perder a maioria do capital, o presidente deve passar a ser uma figura de 'corpo presente', a liderança deve ser independente da irracionalidade dos adeptos". Isto implicaria que o próprio e os investidores temos de "ficassem com a maioria" da SAD.

Antes, Madeira Rodrigues dirigiu-se aos adeptos, sócios e jornalistas para anunciar, na sua candidatura, o regresso do romeno Laszlo Boloni ao Sporting, como diretor para o futebol. Caberia a Boloni, face à já anunciada demissão de Jorge Jesus caso o candidato vença, capitanear os leões até ao final da época. O candidato à presidência do Sporting anunciou também que Delfim, antigo médio que representou a equipa 'leonina' entre 1998/99 e 1999/2000, será o 'team manager'.

Pedro Madeira Rodrigues encabeça a lista que concorre às eleições do Sporting contra o elenco do atual presidente, Bruno de Carvalho, eleito para o primeiro mandato em 2013. Na passada quinta-feira, os dois candidatos defrontaram-se no único debate da campanha eleitoral.

Madeira Rodrigues diz ter saído “reforçado”. Mostrou ter um “ar simpático”, mas reafirmou que é uma pessoa “acutilante, um leão”, que consegue ser “agressivo sem ser malcriado”.

No entanto, após o debate o candidato às presidência do Sporting viu-se a braços com um processo-crime. Na quinta-feira, na Sporting TV, Madeira Rodrigues acusou Ricciardi de receber dinheiros de Alvalade, ao dizer que o ex-presidente dos bancos BESI e Haitong era das “pessoas que mais comissões recebeu do Sporting”. O banqueiro respondeu acusando Pedro Madeira Rodrigues de ser “um mentiroso compulsivo” e anunciando queixa-crime contra o candidato, “Madeira Rodrigues vai ter de provar e não vai conseguir, porque nunca existiram, nem existirão, comissões ganhas por mim no Sporting. E como não vai provar, vai ter de pagar uma indemnização pelos danos causados”. Caso vença o processo, o valor da indemnização será entregue ao Sporting.

As eleições para a presidência do Sporting Clube de Portugal acontecem no próximo sábado, dia 4 de março.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.