Ressalvando que não houve "um único conflito" nem "azedume" entre os associados, Jaime Marta Soares classificou o ato eleitoral leonino como "inexcedível" e uma "lição de democracia".

Estes números são um recorde absoluto na história do clube. Nas ocasiões mais recentes em que os sócios foram chamados a votar, as eleições de 23 de março de 2013 foram 14.213 as votações, número que subiu o ato eleitoral do ano passado, que chegou aos 18.691 votos. Nas duas últimas assembleias, a geral de 17 de fevereiro deste ano contou com a participação de 5.401 associados e a destitutiva de 23 de junho contou com 15.400 sócios.

Estes números representam 44,1% dos 51.009 associados com direito a voto.

Resta agora aguardar para saber quem será o vencedor das eleições.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.