A equipa perdeu em casa a segunda mão do ‘play-off’ de despromoção por 2-0 frente ao rival bávaro Jahn Regensburg, que terminou em terceiro lugar da III Divisão e que assegurou a subida à II liga alemã depois do empate a um golo registado na primeira mão do ‘play-off’ e da vitória de hoje.

O Jahn Regensburg conseguiu a promoção ao segundo escalão do futebol alemão uma época após ter subido do quarto ao terceiro.

Kolja Pusch e Marc Lais foram os autores dos golos do Jahn ainda na primeira parte, mas o jogo ficou manchado pelas cenas que eclodiram a dez minutos do fim, quando adeptos do Munique 1860 começaram a atirar objetos, incluindo cadeiras, para o relvado, forçando a polícia antimotim a intervir.

"Estamos fartos", gritavam os adeptos da equipa da casa, quando o jogo foi suspenso durante 15 minutos, o que não impediu que mais objetos tivessem sido arremessados para o relvado depois de ter sido retomado.

O 1860, que chegou a vencer a 'Bundesliga' em 1966, regressou ao terceiro escalão do futebol alemão 24 anos depois.

O clube é apoiado pelo investidor jordano Hasan Abdullah Ismaik, que contratou o ex-treinador do FC Porto Vítor Pereira em dezembro do ano passado e prometeu conduzir o clube ao topo do futebol alemão e europeu.

Apenas o Estugarda e o Hannover, que garantiram esta época o seu regresso à 'Bundesliga', tinham plantéis mais onerosos do que o do Munique 1860.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.