De acordo com um comunicado da Liga Europeia de Natação (LEN), a competição, que já tinha sido adiada para agosto devido à pandemia da covid-19, vai agora decorrer de 10 a 23 de maio de 2021, com a “total cooperação e concordância” da federação e do governo húngaro.

“Acreditamos que é realista ter esperança que em maio de 2021 a situação já esteja normalizada e que possamos organizar um evento de excelência”, explicou o presidente da LEN, o italiano Paolo Barelli.

Solução diferente foi encontrada para as competições europeias de polo aquático da temporada 2019/2020, tanto masculinas como femininas, com todas a serem dadas como canceladas.

“Foi uma decisão muito difícil de tomar, mas tendo em conta as circunstâncias, foi a decisão apropriada. A principal preocupação é a saúde e a segurança de todos os atletas, treinadores e família da LEN. Com esta decisão, estamos a proteger todos e, ao mesmo tempo, arranjar tempo para iniciarmos a próxima época mais fortes”, disse Barelli.

Com a declaração de pandemia, em 11 de março, inicialmente alguns eventos desportivos foram disputados sem público, mas, depois, começaram a ser cancelados, adiados — nomeadamente os Jogos Olímpicos Tóquio2020, o Euro2020 e a Copa América — ou suspensos, nos casos dos campeonatos nacionais e provas internacionais de todas as modalidades.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 251 mil mortos e infetou quase 3,6 milhões de pessoas em 195 países e territórios. Mais de um 1.1 milhões de doentes foram considerados curados.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.