“A 14 de fevereiro houve uma transferência do FC Porto para o Estoril de 784 mil euros. Nesse dia, tivemos dinheiro depois do jogo com o Liverpool e pagámos também a outros clubes”, disse Francisco J. Marques, no programa Universo Porto.

Aquele diretor de comunicação dos ‘dragões’ acrescentou que, “no caso do Estoril, o valor refere-se a dívidas para com o clube, nomeadamente sobre a transferência do Carlos Eduardo para o Al Hilal e a cedência do Licá, conforme demonstra uma fatura de novembro de 2017″.

Francisco J. Marques reagiu a uma notícia avançada na quinta-feira pelo jornal A Bola sobre uma denúncia anónima junto da Procuradoria-Geral da República, entretanto confirmada pela mesma, em que se dava conta de uma eventual reunião entre um executivo da Traffic, empresa que detém a maioria do capital da SAD do Estoril, um empresário e um dirigente do FC Porto, que terá tido lugar num hotel de Lisboa, na véspera da segunda parte do jogo com os ‘canarinhos’, em 20 de fevereiro.

Na mesma denúncia, consta ainda uma alegada transferência bancária para a Estoril, SAD, no valor de 730 mil euros.

O FC Porto venceu o jogo, da 18.ª jornada da prova, por 3-1, depois de ter estado a perder ao intervalo por 1-0.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.