De acordo com o jornal, as autoridades espanholas querem saber Neymar pagou em Espanha os impostos correspondentes à renovação do contrato com o clube catalão, que ascendeu a 64,4 milhões de euros, e relativos à sua transferência para Paris, num negócio que teve o valor recorde de 222 milhões.

As autoridades entendem que, por ser residente fiscal em Espanha em 2017, Neymar devia ter declarado essas verbas no país.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.