“Nós entendemos que hoje se fecha um ciclo. Marcel Keizer entrou no Sporting em novembro de 2018, nós lembramos muito bem como estava o clube naquele momento, lembramos que quase nenhum treinador queria vir para o clube e Marcel Keizer teve a coragem de o fazer”, disse Frederico Varandas.

O presidente dos ‘leões’ fez apenas uma curta declaração, sem direito a perguntas, remetendo mais explicações para uma entrevista que dará na quarta-feira ao canal do Sporting, mas deixou elogios ao holandês, treinador com o qual o clube rescindiu hoje, por mútuo acordo.

“Cumpriu a missão com distinção, teve cerca de um ano no Sporting, venceu dois títulos. O Sporting está agradecido pelo que Marcel Keizer fez. Foi sempre um grande senhor”, acrescentou o dirigente ‘leonino’, em Oeiras, onde decorre a segunda edição do evento “Thinking Football”.

O holandês, de 50 anos, deixa o clube menos de um ano depois de ter assinado contrato até 2021, e três dias após a derrota sofrida pelo Sporting à quarta jornada, em casa diante do Rio Ave, por 3-2.

A equipa do Sporting, que ocupa o quinto lugar da I Liga, com sete pontos, menos três do que o líder Famalicão, vai ser comandada interinamente por Leonel Pontes, que orientava a formação de sub-23 dos ‘leões’.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.