Em comunicado, a Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP)refere que a iniciativa pretende “assinalar o Dia Internacional Contra a Discriminação Racial, celebrado em 21 de março” apelando “à sensibilização para a importância do respeito pela raça, etnia ou religião de cada ser humano”.

Segundo a LPFP, os jogadores das I e II ligas de futebol “vão juntar o seu nome à causa, de forma literal, já que vão entrar em campo com a inscrição Racismo Não na camisola, em detrimento do nome, transformando esta campanha num momento único no futebol nacional”.

O organismo refere ainda que a frase Racismo Não vai estar também presente nas braçadeiras envergadas pelos capitães de equipa e nos treinadores que assim o entendam, bem como nos diversos materiais dispersos por todo o estádio, bem como as redes sociais do organismo.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.