O português, que liderou a edição de 2020 do Giro durante 15 etapas, concluiu os 191 quilómetros da tirada, entre Isernia e Blockhaus, em 05:34.44 horas, com o mesmo tempo do vencedor, num grupo com o francês Romani Bardet (DSM), o equatoriano Richard Carapaz (INEOS) e o espanhol Mikel Landa (Bahrain-Victorious).

O espanhol Juan Pedro López conseguiu segurar a camisola rosa, ao terminar no 15.º posto, 01.46 minutos depois do primeiro grupo, mas viu reduzida a vantagem, para 12 segundos sobre Almeida, 14 sobre Bardet e 15 sobre Carapaz.

Na segunda-feira, o pelotão da 105.ª edição do Giro vai beneficiar do segundo dia de descanso da corrida, antes de enfrentar os 196 quilómetros da 10.ª etapa, entre Pescara e Jesi, num percurso praticamente plano, apenas com duas contagens de montanha de quarta categoria.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.