Durante o dia de hoje, a ‘Premier League’ esteve em contactos com as partes envolvidas, através do sistema de videoconferência, com o governo, a polícia e a federação inglesa (FA), e na segunda-feira os clubes votarão para dar ‘luz verde’, ou não, ao plano de reinício da prova.

“Todos concordamos que só seguiremos em frente se for seguro, porque a saúde e o bem-estar dos jogadores, treinadores e trabalhadores vêm em primeiro lugar”, disse Dowden, confirmando que “o governo está a abrir as portas para a retoma do futebol com segurança em junho”.

O secretário de Estado alertou que é o momento de as autoridades ligadas ao futebol “detalharem os seus planos”, garantindo que existem “boas intenções” para chegar a um acordo, para o “bem dos adeptos e da comunidade do futebol”.

O próximo passo será autorizar o treino em conjunto, se não houver um novo pico de infetados pelo novo coronavírus no Reino Unido, que é um dos países mais afetados, registando 33.614 mortos em cerca de 233 mil casos.

A ‘Premier League’ foi suspensa em 13 de março, quando estavam decorridas 29 jornadas.

O Liverpool, que não vence a prova desde 1990, lidera o campeonato de forma isolada e com larga vantagem sobre a concorrência.

Após a declaração de pandemia, em 11 de março, as competições desportivas de quase todas as modalidades foram disputadas sem público, adiadas — Jogos Olímpicos Tóquio2020, Euro2020 e Copa América -, suspensas, nos casos dos campeonatos nacionais e provas internacionais, ou mesmo canceladas.

Os campeonatos de futebol de França e dos Países Baixos foram cancelados, enquanto outros países preparam o regresso à competição, com fortes restrições, como sucede na Alemanha, Inglaterra, Itália, Espanha e Portugal, que tem o reinício da I Liga previsto para 04 de junho.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 297 mil mortos e infetou mais de 4,3 milhões de pessoas em 196 países e territórios. O Reino Unido totaliza 33.186 mortos e cerca de 230 mil casos de infeção confirmados.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.