“Não se preocupem com a minha idade, sinto-te um jovem”, disse o ex-jogador do Manchester United, de 36 anos, explicando-se: “Sinto-me como Benjamin Button, nasci velho e vou morrer jovem”.

Ibrahimovic lembrou que quando chegou a Inglaterra “todo o Mundo dizia que estava velho e, três meses mais tarde, tinha conquistado a Inglaterra e todos diziam que me superiorizada aos meus rivais”.

“A idade não é mais do que um número. Sei o que posso fazer e sei o que vou fazer: ganhar”, frisou o sueco, acrescentando: “Estou impaciente por regressar ao campo e ganhar ritmo de competição. O leão está esfomeado”.

Sobre a escolha pelos Estados Unidos e os Galaxy, Ibrahimovic relembrou o inglês David Beckham.

“Quando o David Beckham veio para aqui, aumentou exponencialmente a popularidade do clube e do campeonato. Isso prosseguiu com Robbie Keane e Steve Gerrard. Agora, é a minha vez de dar uma contribuição”, disse Zlatan.

Segundo o sueco, trata-se de “um campeonato competitivo, muito competitivo, em crescimento”, que o sueco já seguia quando atuava na Europa: “Quando via jogos da MLS, percebia que podia chegar ao nível do futebol europeu. É apenas uma questão de tempo”.

“Vim para tornar o campeonato melhor e fazer a diferença”, finalizou Zlatan Ibrahimovic, adiantando que já queria ter vindo antes de ingressar no Manchester United, em 2016.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.