Internacional desde 2008, Faghani, de 44 anos, natural de Kashmar, vai apitar pela segunda vez na carreira um jogo da equipa principal das ‘quinas’.

Em 28 de junho de 2017, apitou o encontro entre Portugal e Chile, das meias-finais da Taça das Confederações, em Kazan, na Rússia, onde os sul-americanos bateram os lusos, no desempate por grandes penalidades (3-0), após um ‘nulo’ (0-0).

Na segunda-feira, no maior palco do torneio, o árbitro iraniano vai ser auxiliado pelos compatriotas Mohammadreza Mansouri e Mohammadreza Abolfazli, enquanto Abdulrahman Al Jassim, natural do Qatar, desempenhará as funções de quarto árbitro.

O árbitro responsável pelo VAR será Abdulla Al-Marri, do Qatar.

Já na presente edição do Mundial2022, o ‘juiz’ do Irão dirigiu o duelo Brasil-Sérvia (2-0), da primeira jornada do Grupo G.

No Mundial2018, na Rússia, esteve presente em quatro jogos: Alemanha-México e Sérvia-Brasil, ambos da fase de grupos, França-Argentina, dos oitavos de final, e Bélgica-Inglaterra, de atribuição dos terceiro e quarto lugares.

Portugal e Uruguai jogam na segunda-feira, às 22:00 locais (19:00 em Lisboa), no Estádio de Lusail, em jogo da segunda jornada do Grupo H do Mundial2022.

A equipa das ‘quinas’, que venceu o Gana (3-2), na estreia, lidera o grupo, com três pontos, à frente de Coreia do Sul, de Paulo Bento, e Uruguai, ambos com um ponto, enquanto os ganeses, que defrontam os sul-coreanos no mesmo dia, seguem a ‘zeros’.

A 22.ª edição do Campeonato do Mundo decorre até 18 de dezembro, no Qatar.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.