Em conferência de imprensa, no Seixal, o técnico repetiu que o guarda-redes apenas “fez um bom jogo, como toda a equipa defensivamente”, e explicou que vê “um jogo diferente” do que observam os jornalistas para defender a sua “opinião”, antes de eleger o melhor do Benfica frente aos holandeses: “Morato”.

“Quando um jogador te dá as respostas como o Morato deu, contra uma equipa que nos criou inúmeros problemas defensivos, e que ele esteve sempre à altura desses mesmos problemas… Por isso é que disse que o jogador da equipa do Benfica, se tivesse de escolher, foi o Morato”, justificou o técnico.

A resposta dada pelo defesa, de resto, não surpreendeu Jorge Jesus, que diz sentir que o brasileiro “é um jovem com capacidade para se afirmar no presente e no futuro do Benfica”.

“Agora há que dar continuidade. Só depende dele. Nós achamos que tem um futuro muito grande no Benfica”, frisou o treinador.

Depois, e à ‘boleia’ das dificuldades defensivas criadas pelo PSV Eindhoven, principalmente pelo lado esquerdo da defesa ‘encarnada’, Jesus aproveitou para dizer que tem dois jogadores que o “satisfazem plenamente naquela posição”, de lateral esquerdo, e para negar o interesse do Benfica em Wendell, que foi oficializado no rival FC Porto, na quinta-feira.

“Temos dois laterais esquerdos que me satisfazem, por isso é que tem jogado tanto o [Gil] Dias como o Gri [Grimaldo]. Se conheço o jogador [Wendell]? Conheço, tinha 19 anos quando jogámos contra ele, para aí, no Bayer Leverkusen. Mas, da minha parte, nunca foi um jogador pensado em qualquer situação, porque estamos satisfeitos os dois jogadores que temos”, garantiu.

Sobre o encontro de sábado, frente ao Gil Vicente, Jesus lembrou que “o grau de dificuldade em Barcelos sempre foi difícil” e que se trata de um adversário que “começou muito bem o campeonato” e que “está na frente, como o Benfica”, antes de retribuir os elogios do técnico do adversário, Ricardo Soares, que assumiu hoje que se inspira no modelo de jogo das suas equipas.

“Eu também observo, analiso as equipas com quem jogamos, neste caso o Gil, e vejo coisas ali que digo assim: ‘Espera aí! Já vi isto em qualquer lado’. Mas isso faz parte, temos sempre alguém que nos inspira quando estamos a começar a carreira de treinador. É um jovem técnico que está a mostrar muita qualidade e a equipa do Gil Vicente está a apresentar um futebol também de grande qualidade”, comentou Jesus.

O Benfica visita o Gil Vicente no sábado, às 18:00, numa partida agendada para o Estádio Cidade de Barcelos onde se defrontam duas das únicas quatro equipas que venceram nas duas primeiras jornadas da I Liga portuguesa de futebol.

A equipa de Jorge Jesus venceu o Moreirense, fora, por 2-1, e o Arouca, na Luz, por 2-0, enquanto o conjunto orientado por Ricardo Soares entrou no campeonato com uma vitória em casa, por 3-0, sobre o Boavista, à qual juntou um triunfo por 1-0 na deslocação ao Portimonense, na ronda seguinte.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.