Um dia depois da derrota frente ao Paraguai (5-3), Portugal iniciou a preparação do terceiro jogo do Grupo C, frente aos Emirados Árabes Unidos, na terça-feira, às 20:00 locais (01 de quarta-feira em Lisboa), tendo Jordan Santos recordado o desaire com o Senegal, em 2015.

"Esta derrota não estava nos nossos planos. Sabia que o Paraguai era uma equipa forte fisicamente e muito agressiva. Eles tiveram alguma sorte e souberam aproveitar as nossas falhas defensivas para chegar aos golos. Connosco passou-se o contrário: tivemos falta de sorte; tentámos muitas vezes o golo e a bola não quis entrar. Foi daqueles jogos em que podíamos ter rematado infinitamente à baliza e a bola nunca iria entrar", explicou o jogador, em declarações ao sítio da Federação Portuguesa de Futebol na Internet.

Jordan Santos reiterou que Portugal “é capaz de ganhar a qualquer seleção e superar qualquer adversidade", reforçando: “Estou convencido de que vamos dar a volta tal como em 2015. E ainda vamos ser Campeões do Mundo".

O melhor jogador do campeonato do Dubai em 2015 advertiu para a tática defensiva da formação dos Emirados Árabes Unidos, que aposta na força coletiva, sem, contudo, hesitar em apontar a vitória como desígnio luso.

Após duas jornadas, Portugal ocupa o segundo lugar do Grupo C, com os mesmos três pontos do Paraguai, menos um do que os Emirados Árabes Unidos, enquanto o Panamá segue no quarto posto, só com derrotas.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.