A conferência de imprensa onde o técnico admitiu o favoritismo dos ‘leões’ servia de antevisão à partida da Taça de Portugal, na quinta-feira, com o Estoril Praia, mas o atual momento dos ‘encarnados’ nas restantes competições acabou por dominar a conversa, no Seixal, com Jesus a ‘desvalorizar’ o discurso “jogo a jogo” de Rúben Amorim.

“Nem tenho dúvidas de que o Sporting é o principal favorito. E isso do jogar jogo a jogo são estratégias, que eu respeito, mas o principal favorito do campeonato, neste momento, faltando ainda muitas jornadas, é o Sporting, por mérito próprio”, atirou o treinador dos ‘encarnados’, que seguem a 11 pontos do histórico rival nessa competição.

Jesus lembrou, por outro lado, que o atual líder da I Liga tem “uma vantagem” em relação aos perseguidores, “Benfica, Sporting de Braga e FC Porto”, porque joga “só de semana a semana” e pode “preparar os jogos como quer”, mas mostrou-se satisfeito por o Benfica não ter “esse problema”.

Ainda antes de apontar o favoritismo do Sporting, questionado sobre se a Taça de Portugal passa a ser o principal objetivo da época, em função do atraso para os ‘leões’ na I Liga, o treinador frisou que “o principal objetivo é o campeonato”, mas lembrou que o Benfica ainda tem “uma palavra a dizer na Liga Europa” e, para o campeonato, adotou também o discurso “jogo a jogo”.

“O campeonato começou [agora] a segunda volta, sabemos que temos muitos pontos em atraso, mas também sabemos que no futebol, em muitos momentos, tudo pode mudar, e hoje não é só do ponto de vista dos resultados. O que aconteceu ao Benfica pode acontecer a outra equipa qualquer. Portanto, estamos preparados para o nosso jogo a jogo, mas acreditamos que ainda temos uma palavra a dizer”, assumiu.

Sobre o encontro da primeira mão das meias-finais da Taça de Portugal, Jorge Jesus lembrou que o Estoril Praia, da II Liga, ”já eliminou três equipas da I Liga”, considerou que “tem uma ideia de jogo muito interessante” e que a equipa rival “vai estar supermotivada e concentrada”, porque tem “a hipótese de chegar a uma final”, mas prometeu um Benfica “ao melhor nível”.

“É verdade que nos últimos 10 ou 15 anos ganhámos três Taças [de Portugal], mas para nós é tão importante como para o Estoril [Praia] estarmos na final, vamos estar tão motivados como eles. É uma meia-final e queremos estar ao nosso melhor nível. E neste momento já vimos a recuperar daquilo que nos fez perder alguma competitividade e intensidade de jogo”, frisou.

O Benfica recebe o Estoril Praia na quinta-feira, às 20:15, em partida da primeira mão das meias-finais da Taça de Portugal.

Para chegar às meias-finais, a equipa de Jorge Jesus eliminou o Paredes (1-0, fora), o Vilafranquense (5-0, casa), o Estrela da Amadora (4-0, fora) e o Belenenses SAD (3-0, casa).

Já o Estoril Praia, que entrou na competição logo na segunda eliminatória, deixou pelo caminho o Sertanense (4-0, fora), o Lusitano de Évora (5-0, casa), o Boavista (2-1, casa), o Rio Ave (2-1, fora) e o Marítimo (3-1, após prolongamento, fora).

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.