"À luz de certos artigos publicados nos últimos dias, a Juventus e o seu presidente Andrea Agnelli confiaram a juristas a defesa da sua honra e dignidade", refere o clube, em comunicado.

O diário Il Fatto afirmou hoje que o presidente da Juventus, Andrea Agnelli, se encontrou com o líder ‘ultra’ Rocco Dominello, preso pela sua ligação a Ndrangheta.

De acordo com o Il Fatto, a máfia calabresa tem grupos de ultras infiltrados na Juventus com o propósito de revender bilhetes fornecidos pelo clube com grandes margens de lucro.

A ‘vecchia signora’ revela que “o promotor de Turim concluiu recentemente um levantamento de algumas famílias consideradas como pertencentes à Ndrangheta que tentaram se infiltrar em algumas atividades do clube, mas nenhum funcionário ou membro da Juventus foi objeto de qualquer investigação judicial".

A Juventus é pentacampeã de Itália e lidera o campeonato com um ponto de vantagem para a Roma e menos um jogo do que a equipa romana.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.