Depois da atribuição do primeiro convite ao vimaranense João Sousa e do segundo ao búlgaro Grigor Dimitrov, 17.º colocado no ranking ATP, o diretor do torneio português do ATP Tour decidiu proporcionar a estreia de Nishikori em território nacional.

“Se já tínhamos um elenco fortíssimo, a adição de Kei Nishikori vem dar ainda mais relevo e projeção internacional ao torneio. Não só é um jogador de enorme qualidade com passagem pelo ‘top 5′ mundial, como também é um dos poucos a ter conseguido múltiplas vitórias sobre cada um dos chamados ‘Big 4′”, destacou João Zilhão.

Já o nipónico, além de agradecer o convite, admitiu sentir-se “muito bem e muito ansioso por jogar o Estoril Open”, depois de disputar o ATP 500 de Barcelona, no qual hoje vai defrontar o espanhol Rafael Nadal no encontro de acesso aos quartos de final.

Aos 31 anos e atualmente no 39.º lugar na hierarquia ATP, Nishikori detém vários recordes na sua carreira, entre os quais o de primeiro japonês a integrar o ‘top 5′ mundial e primeiro tenista asiático a jogar uma final de singulares masculinos de um torneio do Grand Slam, por ocasião do US Open, em 2014.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.