A jovem pediu autorização para competir como atleta neutra nos Europeus de sub-23 que se realizam de 13 a 16 de julho em Bydgoszcz, na Polónia.

A sua presença nos Europeus está dependente das formalidades de elegibilidade mediante as regras da IAAF e aceitação posterior por parte da federação continental organizadora.

Ao todo são 24 os atletas russos – 22 em 2017 e dois em 2016 – declarados elegíveis para poderem competir como neutrais e assim participar em provas internacionais, sempre sujeitos à aceitação posterior dos organizadores.

A federação russa está suspensa desde 2015 na sequência de um caso de doping sistemático com o apoio do estado, punição que motivou mesmo a ausência dos atletas nos Jogos Olímpicos Rio2016, dos mundiais e dos europeus.

A possível readmissão não acontecerá antes de novembro.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.