Na final realizada no ‘court’ principal do Clube de Ténis do Estoril, Edmund e Norrie contrariaram o favoritismo dos experientes tenistas, que já contam com três títulos cada na vertente de pares, em uma hora uma hora e dez minutos.

No primeiro ‘set’, os britânicos não começaram bem ao permitirem o ‘break’ no seu segundo jogo de serviço, mas recuperaram nos dois seguintes dos adversários, face à superioridade notória e traduzida em pontos, quer no serviço ganho, quer nas respostas.

Num parcial em que quase todos os jogos de serviço tiveram pontos de ‘break’, o neozelandês, 55.º do ‘ranking’ de pares, e o holandês, 60.º, fracassaram logo no primeiro jogo e estenderam o ‘court’ aos jovens britânicos, que voltaram a quebrar pouco depois com um 4-1 a seu favor, fechando o encontro no segundo ‘match-point’ de que dispuseram.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.