Os minhotos lideram o grupo, com 10 pontos, e a equipa inglesa é segunda classificada, com menos um, e ambas podem ficar apuradas já na quinta-feira se empatarem ou se o Slovan Bratislava não vencer o Besiktas.

“Não há favoritos, todos os jogos são um novo desafio, novas realidades para as quais temos que encontrar soluções. Vamos ter 6 mil adeptos a apoiar-nos, mas o trabalho em campo é dos jogadores”, disse o técnico português de 45 anos.

Nuno Espírito Santo disse ser “bom voltar a Portugal, porque há muita gente [portuguesa] no staff, assim como jogadores”, mas frisou que o Wolverhampton veio “para jogar e competir”.

O Sporting de Braga venceu em Inglaterra na primeira volta (1-0), mas Nuno Espírito Santo disse que a abordagem da sua equipa “é sempre a mesma: temos que manter o mesmo rendimento e estar muito atentos ao Braga, o que se passou, ficou no passado. Vamos defrontar uma boa equipa, com um bom treinador e bons jogadores”.

O treinador luso da equipa inglesa, quinta classificada da ‘Premier League’ e que conta com oito jogadores portugueses no seu plantel, deixou ainda elogios a Jorge Jesus, recém-campeão brasileiro e vencedor da Taça dos Libertadores com o Flamengo.

“É com grande agrado que falo sobre o Jorge Jesus. Foi um fantástico trabalho, imenso, do Jorge, que tem que nos encher de orgulho porque o que ele fez no Brasil é espetacular”, disse.

Sporting de Braga, líder do grupo K, com 10 pontos, e Wolverhampton, segundo classificado, com nove, defrontam-se às 17:55 de quinta-feira, no Estádio Municipal de Braga, jogo que será arbitrado pelo bielorrusso Aleksei Kulbakov.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.