Luís Freire, de 35 anos, chegou à Madeira na temporada transata e conduziu o Nacional à I Liga, ao ocupar a primeira posição no momento da interrupção do campeonato fruto da pandemia causada pelo covid19.

A carreira de Luís Freire como treinador principal começou no Ericeirense, seguindo-se passagens pelo Pêro Pinheiro, que levou ao Campeonato Nacional de Seniores (atual Campeonato de Portugal).

Seguiu-se o Mafra, que conduziu à II Liga, naquela que era a quinta promoção da curta carreira.

Em 2018/19, Luís Freire esteve ao serviço do Estoril Praia e acabou por deixar o clube em janeiro de 2019, depois de uma série de resultados negativos.

Após seis derrotas consecutivas, o Nacional ocupa o 15.º posto, com 21 pontos, um acima da ‘linha de água’, após cinco vitórias, seis empates e 13 derrotas esta temporada na I Liga.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.