“Sinto-me perfeitamente preparado para as emoções, felizmente o coração nunca teve problema nenhum e hoje é um daqueles dias, mais um, difícil para cardíacos, já tivemos dois”, sustentou Marcelo Rebelo de Sousa aos jornalistas, na Presidência da República, em Belém, onde vai assistir ao jogo Portugal — Irão.

O chefe de Estado disse já ter falado com o treinador Fernando Santos, que estava “muito bem-disposto”, e com o presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Fernando Gomes, tendo ainda enviado uma mensagem ao capitão da equipa.

“Estou como sempre realisticamente otimista, mas não com presunção”, sublinhou Marcelo.

Rebelo de Sousa afirmou que vai assistir ao jogo na Presidência da República, em Belém, e não em Tondela, como previsto inicialmente, explicando que parte terça-feira para os Estados Unidos e, portanto, seria “muito apertado” em termos de agenda.

O Presidente tinha previsto ver o jogo em casa com os netos, mas, segundo explicou, devido ao trânsito e ao adiantado da hora, resolveu ficar na Presidência.

Sublinhando que já está “recuperadíssimo”, adiantou que tem “tudo programado para ir à Rússia no próximo sábado ou no próximo domingo”, dependendo dos resultados.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.