“Acho que não é muito justo para o sítio onde nos encontramos [comentar a CGD]. Prometo reagir num dos próximos dias, se quiserem segunda-feira. Segunda-feira reajo longamente, mas aqui acho que era minimizar o significado desta casa e da entrega desta gente”, advogou o chefe de Estado, em Lisboa, no final da visita à associação Casa do Tejo – Direito ao Lazer, ligada à Associação de Paralisia Cerebral de Lisboa (APCL).

E concretizou, instado a comentar a nova administração da Caixa: “Prometo reagir. Amanhã não tenho nenhum compromisso público, mas na segunda-feira, logo de manhãzinha, reajo. Ainda vai muito a tempo, não se passa nada entre hoje à noite e domingo”.

O Governo confirmou na sexta-feira que Paulo Macedo é o novo presidente executivo do banco público, sucedendo a António Domingues.

"O Governo decidiu convidar o Dr. Paulo Macedo para CEO da Caixa Geral de Depósitos (CGD), tendo o convite sido aceite", afirmou o Ministério das Finanças em comunicado, esta sexta-feira, 2 de dezembro, acrescentando que "para Chairman da CGD foi convidado o Dr. Emílio Rui Vilar, convite esse que também foi aceite". É é assim que Macedo volta ao serviço público, pouco mais de um ano depois de deixar a pasta da Saúde.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.