Comparativamente aos dados do início de 2019, Mbappé, do Paris Saint-Germain, passou de 218,5 para 265,2 milhões de euros de valor de mercado, e é seguido agora por Raheem Sterling, com 223,7, e Mohammed Salah, com 175,1.

Em relação a 2019, o CIES, que na análise tem em conta o desempenho nos clubes e na seleção, os resultados, a idade, a posição ou a Liga em que competem, entre outros, deixou de ter Harry Kane (5.º, 150,5) e Neymar (19.º, 100,4) no ‘top 3′.

O internacional brasileiro segue imediatamente atrás de João Félix, transferido esta época do Benfica para o Atlético de Madrid por 126 milhões de euros, e que, no 18.º posto, passou a ser o melhor português, com uma ‘cotação’ de 100,6 ME.

João Félix superou Bernardo Silva como o melhor português, com o jogador do Manchester City a cair do 16.º para o 22.º lugar, descendo dos 133,2 milhões de euros para os 99,6.

No ‘ranking’, que avalia apenas os jogadores dos cinco principais campeonatos (Inglaterra, Espanha, Alemanha, Itália e França), continua Cristiano Ronaldo, que, aos 34 anos, tem o valor de mercado em queda, com 80,3 ME (49.º), bem abaixo dos 127,2 ME de 2019.

Na lista, que contabiliza 166 jogadores, até um valor de 50 milhões de euros, entram ainda Diogo Jota (62 ME) e Rúben Neves (59,2 ME), ambos do Wolverhampton, e Gonçalo Guedes (58,6 ME), do Valência.

Em cada uma das cinco ligas existem pelo menos dois jogadores cotados acima dos 100 ME, com Inglaterra a contabilizar 11 dos 20 que constam na tabela, enquanto em Espanha estão três, Lionel Messi (125,5 ME), Griezmann (123,6 ME) e Félix (100,6 ME).

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.