Messi ‘bisou’ na segunda parte, com tentos aos 71 e 89 minutos, passando a contar 31 golos no campeonato, mais 13 do que o seu companheiro de equipa Luís Suárez, segundo melhor marcador da prova, e 25 ao rival da cidade, em 33 encontros.

O FC Barcelona dominou o encontro por completo, perante um Espanyol sempre remetido à sua defesa, mas que foi conseguido adiar o primeiro tento dos locais, que só surgiu a 19 minutos do final do tempo regulamentar.

Messi ganhou um livre à entrada da área, em posição frontal, e marcou-o em ‘folha seca’, por cima da barreira, em jeito, com Victor Sánchez, que recuou da barreira, ainda a tocar de cabeça, mas a não fazer mais do que confirmar o tento do argentino.

Em desvantagem, o Espanyol, tranquilo na tabela classificativa, nove pontos acima da ‘linha de água’, ainda tentou chegar ao empate, mas não teve uma verdadeira oportunidade para o conseguir.

Aos 89 minutos, Messi acabou em definitivo com o encontro, ao marcar de pé esquerdo, na área, para fora do alcance de Diego López, depois de um passe do brasileiro Malcom, entrado aos 59, numa jogada iniciada pelo ‘10’.

Com este triunfo, o 21.º em 29 jogos, o FC Barcelona aumentou, provisoriamente, para 13 pontos a vantagem sobre o segundo classificado, o Atlético de Madrid, que ainda hoje se desloca ao reduto do Alavés, quinto.

No primeiro jogo do dia, o Leganés surpreendeu, ao vencer por 2-0 no reduto do Getafe, quarto classificado, com tentos do uruguaio Michael Santos (49 minutos) e de Juanfran (83), servido pelo argentino Guido Carrilo, que falhou um penálti (18).

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.