Mais cedo, o PSG tinha ido vencer por 5-0 a Angers, pelo que as duas equipas continuam no topo da classificação, separadas por quatro pontos, com vantagem para os parisienses.

No Mónaco, os pupilos de Leonardo Jardim não mostraram desgaste pelo jogo de quarta-feira para a Liga dos Campeões, não poupando o Guingamp, dominado em toda a linha.

Ronny Lopes foi hoje o único português em ação, sendo substituído aos 77 minutos, quando o marcador já assinalava um muito desequilibrado 5-0.

O argentino Guido Carrillo abriu e fechou a contagem, aos 10 e 78 minutos, e o maliano Adama Traoré também ‘bisou’, com golos aos 27 e 76.

Completaram a pesada goleada os tentos do senegalês Keita Baldé, aos 36, e do brasileiro Fabinho, aos 45+1, este de grande penalidade.

Quanto ao Paris Saint-Germain, somou a décima vitória, ‘esmagando’ o Angers no terreno deste, num jogo em que nem sequer contou com a sua estrela principal, Neymar.

Sem o brasileiro, ainda a recuperar de um estiramento na coxa, nem Di Maria ou Marquinhos, ambos dispensados por paternidade, Unai Emery procedeu a várias mexidas na equipa e promoveu, nomeadamente, o regresso de Drexler, Kimpembe e Pastore, que não jogava desde agosto.

No estádio Raymond Kopa, o Angers encarou o ‘ogre’ de Paris com especial cuidado defensivo, com uma linha atrasada de cinco, mas de nada valeu, já que os visitantes chegaram ao golo logo aos cinco minutos.

Kylian Mbappé fez o golo, após um excelente trabalho de Daniel Alves, jogador que também estaria na base do segundo, em que Drexler atirou a contar, aos 14.

O domínio do PSG era total, então, com uma posse de bola perto dos 80%, e o primeiro remate centrado do Angers só apareceu aos 26 minutos.

Com o jogo já completamente definido e quando apenas faltava saber por quantos de diferença ia terminar, chegou o momento de glória para Edinson Cavani, autor do seu centésimo golo no campeonato gaulês. Foi aos 30 minutos, mas o goleador uruguaio ainda viria a fazer melhor, já que apontou o 0-4, aos 60.

Bis na partida igualmente para Mbappé, que fechou a contagem aos 84 minutos, fixando mais uma goleada para o líder do campeonato.

Com 10 vitórias e dois empates em 12 jornadas, o PSG chega aos 32, com um invulgar balanço de golos de 39-8. O mais próximo é o campeão Mónaco, com 28 pontos, seguido pelo Nantes, com 23, e Lyon, com 22.

O Nantes recebeu e venceu o Toulouse, por 2-1, numa jornada em que Montpellier e Amiens se equivaleram, com 1-1, e o Troyes superou o Estrasburgo, por 3-0.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.