Na O2 Arena, em Londres, Murray superou o tetracampeão em título, que precisava de vencer para reconquistar a liderança do ‘ranking’, em dois ‘sets’, pelos parciais de 6-3 e 6-4, num embate que durou uma hora e 43 minutos.

Andy Murray, que venceu ao terceiro ‘match point’, nunca tinha sequer jogado a final do ‘Masters’, ao contrário de Djokovic, que soma cinco cetros (2008, 2012, 2013, 2014 e 2015) e procurava igualar os seis do suíço Roger Federer.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.