Com 16,80 metros como melhor, não ficou longe do cubano Cristian Nápoles, vencedor com 16,90, e do azeri Alexis Copello, cubano de origem, segundo com 16,89.

Évora esteve consistente, mas desta vez abaixo da barreira dos 17,00 metros. A sequência do português começou com 16,59, fez nulo e, ao terceiro ensaio, chegou aos 16,80. Depois, ainda se aproximou, com 16,77.

Continua com 17,30 como melhor da época, há uma semana, em Madrid – marca que lhe vai dando a segunda posição do ano, a duas semanas do campeonato do Mundo ‘indoor’.

Em Torun, superou, entre outros, o polaco Karol Hoffman, vice-campeão europeu em título (quarto, com 16,69), e o alemão Max Hess, atual vice-campeão mundial de pista coberta e campeão europeu (quinto com 16,36).

Nelson Évora regressa à competição já no próximo domingo, no Nacional de Clubes, em Pombal, Leiria. Defenderá as cores do Sporting e vai ter como principal adversário o cubano naturalizado português Pedro Pichardo, do Benfica, campeão luso desde o passado fim de semana.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.