A equipa lusa, que obteve a sua maior vitória de sempre, foi em toda a partida superior ao conjunto polaco, que nunca mostrou argumentos para contrariar a qualidade dos ‘lobos’, autores de oito ensaios na partida.

Salvador Vassalo, que marcou dois ensaios, e Jorge Abecassis, com cinco penalidades e cinco conversões, foram as figuras do encontro, ao apontarem, respetivamente, 10 e 25 pontos no jogo realizado em Setúbal, cidade onde Portugal venceu sempre, em três jogos.

Mais consistente em todos os capítulos do jogo frente a uma frágil seleção polaca, Portugal entrou muito forte e conseguiu colocar-se em vantagem no marcador, aos oito minutos, através de uma penalidade convertida por Jorge Abecassis, que pôs o placar em 3-0.

O jogador do CDUL, que no primeiro tempo apenas falhou uma das seis penalidades que cobrou, continuou a mostrar acerto na finalização, sendo o responsável por todos os 12 pontos que os ‘lobos’ dispunham de vantagem à passagem do 27.º minuto.

Quando o resultado já era de 12-0, Portugal conseguiu, aos 28 minutos, o primeiro de dois ensaios alcançados no primeiro tempo. Jean de Sousa e João Belo foram os homens que protagonizaram os ensaios, que foram decisivos para a confortável vantagem com que se atingiu o intervalo: 27-0.

Na segunda parte, o domínio acentuou-se ainda mais para os comandados de Martim Aguiar. Salvador Vassalo (duas vezes), Manuel Marta, Rodrigo Marta, Duarte Diniz e António Cortes inscreveram o seu nome na lista de marcadores de ensaios, enquanto Jorge Abecassis, que antes do intervalo já tinha marcado cinco penalidades e uma conversão, fez mais quatro conversões no segundo tempo.

A frágil seleção polaca apenas por uma vez conseguiu celebrar em Setúbal: Michal Jurczynski, aos 68 minutos, apontou o ensaio que valeu ao conjunto de Leste os únicos pontos da partida.

O Rugby Europe Trophy é o segundo escalão da modalidade a nível europeu e decorre até 08 de junho. O vencedor desta competição disputará um ‘play-off’ de acesso ao Rugby Europe Championship com o último classificado desse escalão.

Depois da Polónia, Portugal tem como adversários nesta edição a Holanda (09 de março, fora), Suíça (16 de março, fora), República Checa (23 de março, em casa) e Lituânia (06 de abril, fora).

Jogo no Complexo Municipal de Atletismo do Vale da Rosa, em Setúbal.

Portugal – Polónia, 65-5.

Ao intervalo: 27-0.

Sob arbitragem do italiano Manuel Bottino, as equipas alinharam:

- Portugal: João Corte-Real, Nuno Mascarenhas, Diogo Hasse Ferreira, José de Alte, Jean de Sousa, João Granate, Salvador Vassalo, Vasco Baptista, João Belo, Jorge Abecassis, António Cortes, Tomás Appleton, Rodrigo Freudenthal, Rodrigo Marta e Manuel Marta.

Jogaram ainda: Bruno Rocha, Duarte Diniz, Martim Cardoso, José Andrade, Vasco Ribeiro, Sebastião Villax, António Marques e Francisco Bruno.

Ensaios (8): Jean de Sousa (28), João Belo (38), Salvador Vassalo (58 e 80+8), Manuel Marta (64), Rodrigo Marta (71), Duarte Diniz (77), António Cortes (79).

Conversões (5): Jorge Abecassis (29, 73, 78, 80 e 80+9).

Penalidades (5): Jorge Abecassis (08, 14, 22, 27 e 35).

Treinador: Martim Aguiar.

- Polónia: Michal Gadomski, Grzegorz Buczek, Radoslaw Bysewski, Ronan Seydak, Mateusz Bartoszek, Piotr Wisniewski, Alexsander Nowicki, Piotr Zeszutek, Mateusz Plichta, Wojciech Piotrowicz, Gregorz Szczepanski, Kewin Bracik, Daniel Gdula, Michal Jurczynski e Przemyslaw Rajewski.

Jogaram ainda: Dawid Plichta, Robizon Kelberashvili, Adrian Potrykus, Konstantin Bezvernyi, Adrian Niemiec, Hugo Mazur e Artur Fursenko.

Ensaios (1): Michal Jurczynski (68).

Treinador: Duaine Lindsey.

Ação disciplinar: Piotr Zeszutek (53) e Jean de Sousa (53).

Assistência: Cerca de 800 espetadores.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.