Cesare Prandelli demitiu-se esta sexta-feira, 30 de dezembro, do comando técnico do Valência. A saída do treinador italiano acontece apenas 3 meses após ter chegado ao emblema 'ché' - na altura para substituir Pako Ayestarán -, e a dois dias da abertura do mercado de transferências.

Terá sido, aliás, o próximo defeso que estará na origem da decisão de Prandelli. Segundo avança a imprensa espanhola, a direção do clube onde atua os portugueses Nani e João Cancelo não conseguiu garantir ao técnico que a equipa seria reforçada como desejado durante o mês de janeiro.

A decisão terá sido comunicada ao diretor desportivo, García Pitarch, e considerada "irrevogável" por parte do técnico italiano.

O Valência encontra-se pouco acima da 'linha de água', na 17º posição do campeonato espanhol, tendo apenas conseguido 3 vitórias em 15 jogos da La Liga.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.