Foi este pequeno mercado de transferências que viu, em 2016, os clubes da Premier League moverem aproximadamente 175 milhões de libras (204,9 milhões de euros). Ao longo dos anos este período foi-se tornando pródigo em excelentes contratações. De Luis Suarez, em 2011, do Ajax para o Liverpool, passando por Daniel Sturridge que se mudou de Stamford Bridge também para os 'reds' e acabando em Nemanja  Matic que assinou pelo Chelsea, oriundo do Benfica. Esta pode ser uma oportunidade para melhorar e aumentar as opções dos planteis em posições cruciais na tabela classificativa e este ano não será exceção.

Foquemo-nos nos principais candidatos aos lugares cimeiros e nas principais especulações que têm vindo a lume nos últimos tempos.

Manchester United, os rumores que ecoam em Old Trafford

Martin Schneiderlin e Memphis Depay do United para o West Bromwich Albion e/ou Everton. Ambos sem espaço na equipa, e com poucos minutos de jogo esta época, têm a saída como uma forte possibilidade já neste mês de janeiro. No caso de Depay, o jovem holandês, o Everton parece ser mesmo o destino mais provável.

A necessitar, urgentemente, de reforçar o setor defensivo, têm sido várias as opções apontadas ao Manchester United de Mourinho. Victor Lindelöf do Benfica, José Fonte do Southampton e Virgil van Dijk, também dos 'saints', são, até ver, os nomes mais falados. O jovem central do Benfica daria garantias de futuro, mas sem experiência de Premier League e com Mourinho a precisar de resultados imediatos não me parece ser a melhor das três opções.

José Fonte será o que garante maior experiência e rentabilidade imediata, aos 33 anos de idade o central português poderia ter aqui o culminar perfeito de uma excelente carreira na Premier League. Sem margem para dúvida Virgil van Dijk é, no meu entender, dos melhores centrais a atuar na liga. Com apenas 25 anos de idade, não só seria uma opção com certezas de futuro como a experiência na Liga já lhe iria garantir crédito para o sucesso imediato. Com um sentido posicional e uma capacidade técnica muito acima da média, muito me surpreenderá se não for contratado, se não agora, no final da temporada, por um ‘grande’ inglês. Ainda assim a concorrência de Chelsea e Manchester City no concurso pelo holandês poderão elevar muito o seu preço e afastá-lo das opções do United.

Por fim há John Obi Mikel que aos 29 anos poderá ter propostas, não só, de clubes chineses, como dos próprios 'red devils'. Muitos são os rumores que indicam que José Mourinho poderia ver com bons olhos a contratação do seu antigo protegido no Chelsea.

Os rumores

Alex Oxlade-Chamberlain - O irreverente extremo do Arsenal, sem conseguir vingar nas equipas de Wenger há já alguns anos, poderá estar de saída para reforçar adversários diretos. O Liverpool e Manchester City estão interessados.

James Rodríguez - Vencedor da Bota de Ouro do Mundial de 2014, não se tem conseguido afirmar ao serviço do Real Madrid e é falado como um dos principais alvos de Antonio Conte para o derradeiro ataque ao título.

Antoine Griezmann - É igualmente um dos jogadores mais falados, e alvo de Chelsea e Manchester United. Ainda que já tenha demonstrado vontade em jogar com o compatriota Paul Pogba - o que coloca os 'red devils' um passo à frente dos 'blues' na tentativa de contratação do francês -, se o dinheiro falar mais alto, o Chelsea poderá ser o destino mais provável caso o avançado decida abandonar o Atlético de Madrid. Ainda assim, dificilmente se consegue contratar um jogador da craveira de Griezmann.

Joe Hart - Poderá regressar a Inglaterra. Depois de ter sido preterido por Guardiola e emprestado ao Torino, da Serie A Italiana, o guardião da selecção inglesa poderá ser alvo do Chelsea. Na eventualidade do Real Madrid avançar para a contratação de Thibaut Courtois, do Chelsea, diz-se que os 'blues' já terão o dedo no gatilho, preparados para apresentar uma proposta ao Manchester City pelo guarda-redes.

Alexis Sanchez - O chileno no Manchester City? Com o Arsenal na corrida pelo título até ao recente colapso exibicional, Alexis Sanchez vê-se numa posição muito difícil. Tanto financeira como desportivamente o Manchester City parece ser, de longe, uma melhor opção para o extremo. Se os 'citizens' ‘se chegarem à frente’, como é dado como possível por muitos órgãos de comunicação social, acho muito difícil não voltarmos a ver o mesmo filme que levou Robin Van Persie, Samir Nasri, Gael Clichy, Ashley Cole, Emmanuel Adebayor, e muitos outros, a rumar a para os rivais do clube londrino.

Tottenham, com um orçamento já muito ‘esticado’, depois de ter despendido 70 milhões de libras (80 milhões de euros) nas contratações de jogadores como Moussa Sissoko, Victor Wanyama e Vicent Jenssen, aparece associado ao velocíssimo extremo do Crystal Palace, Wilfried Zaha. O Costa Marfinense - que também tem nacionalidade inglesa - tem feito uma excelente época e está debaixo de olho dos grandes clubes da liga, depois de ter começado a carreira no Manchester United.

Como sempre e como em qualquer janela de transferências, espera-se que as especulações à volta destas mexidas se mantenham até ao momento do fecho de mercado, que terá lugar pelas 23h do dia 31 de janeiro de 2017.

Por fim, uma nota para a já confirmada contratação de Gabriel Jesus por parte do Manchester City. O até agora avançado do Palmeiras, chega à equipa de Guardiola com apenas 19 anos e com o estatuto de promessa. Mas não uma promessa qualquer, já que muitos o dão como possível substituto de Messi e Cristiano Ronaldo no topo do futebol mundial nos próximos anos. Só o tempo o dirá, mas o que é certo é que Gabriel Jesus poderá ser opção para os 'citizens' já a partir de dia 2 de Janeiro.

Faltam duas jornadas para o final da época festiva na Premier League. A primeira começa já esta sexta-feira, dia 30, pelas 20h, com um Hull City - Everton, e terá como principal atractivo um Liverpool - Manchester City, no dia 31 de dezembro. Na segunda, já durante a semana, teremos um escaldante Tottenham - Chelsea, no dia 4 de janeiro de 2017.

Com Chelsea e Manchester United na liderança deste 'mini campeonato' que é este mês festivo, apenas com vitórias, será interessante ver como acaba este mês tão intenso para os clubes da mais competitiva liga do mundo.

Que comecem as licitações!

Pedro Carreira é um jovem treinador de futebol que escolheu a terra de sua majestade, Sir. Bobby Robson, para desenvolver as suas qualidades como treinador. Tendo feito toda a sua formação em Inglaterra e tendo passado por clubes como o MK Dons e o Luton Town, o seu sonho é um dia poder vir a treinar na melhor liga do mundo, a Premier League. Até lá, pode sempre acompanhar as suas crónicas, todas as sextas, aqui, no SAPO 24.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.