Hall of Fame

No passado dia 26 de abril Alan Shearer e Thierry Henry tornaram-se nos primeiros jogadores a fazer parte do Hall of Fame da Premier League. Shearer é o melhor marcador de todos os tempos da liga — de lembrar que falamos apenas da Premier League que teve o seu nascimento em 1992 — tendo apontado 260 golos entre 1992 e 2006.

"Quando penso em alguns dos inacreditáveis jogadores que jogaram na Premier League, sinto uma honra enorme em fazer parte do Hall of Fame. Tenho que agradecer a todos os meus colegas de equipa, assim como todos os treinadores com quem trabalhei" — Alan Shearer.

Thierry Henry foi vencedor de duas Botas de Ouro — que reconhecem o melhor marcador em toda a Europa — e quatro vezes o melhor marcador da Premier League, marcando um total de 175 golos ao serviço do Arsenal. Sendo que 174 foram marcados entre 1999 e 2007 e o último, apenas em 2012, aquando do regresso do avançado francês aos Gunners por empréstimo, estando na altura vinculado as New York Red Bulls.

Alan Shearer venceu a Premier League por uma ocasião, ao serviço do Blackburn Rovers, ao passo que Thierry conquistou o troféu por duas ocasiões, sendo uma delas na famosa equipa dos 'Invencíveis', que, como a alcunha deixa perceber, acabara o campeonato sem derrotas.

"Ser dos primeiros jogadores, na companhia de Alan Shearer a fazer parte do Hall of Fame é mais do que especial. Quando eu era jovem, apenas queria fazer questão que tinha um par de botas para jogar, hoje estamos a falar do Hall of Fame" — Thierry Henry

Tendo a Premier League escolhido os dois primeiros, agora é a vez dos adeptos. Estes podem votar nos próximos seis a seguirem as pisadas dos dois avançados. Esses seis serão escolhidos de entre uma lista de 23 pré-selecionados.

Eu deixo a minha escolha pessoal: Tony Adams; Roy Keane; Frank Lampard; Paul Scholes; Patrick Vieira; Matt Le Tissier

Qual seria a sua? Pode votar aqui.

A lista dos 23 candidatos ao Hall of Fame

1 - Tony Adams

2 - David Beckham

3 - Dennis Bergkamp

4 - Sol Campbell

5 - Eric Cantona

6 - Andy Cole

7 - Ashley Cole

8 - Didier Drogba

9 - Les Ferdinand

10 - Rio Ferdinand

11 - Robbie Fowler

12 - Steven Gerrard

13 - Roy Keane

14 - Frank Lampard

15 - Matt Le Tissier

16 - Michael Owen

17 - Peter Schmeichel

18 - Paul Scholes

19 - John Terry

20 - Robin van Persie

21 - Nemanja Vidic

22 - Patrick Vieira

23 - Ian Wright

Boicote às redes sociais

De sábado, dia 1 de maio ao final do dia de segunda-feira, dia 3, a The FA, a Premier League, a English Football League, a Women's Super League, a FA Women's Championship, as associações de jogadores, dos treinadores, dos árbitros e dos adeptos, e a Kick It Out (organização que luta pela igualdade e inclusão no futebol) não irão publicar qualquer conteúdo nas redes sociais, boicotando assim as plataformas como o Facebook, Twitter e Instagram.

A medida é mais uma tentativa de lutar contra o abuso racial que se tem vivido de forma constante. É igualmente uma forma de protesto perante a incapacidade das redes sociais filtrarem e sancionarem os prevaricadores.

Já vimos no passado as fotografias de perfil completamente a preto, temos tido campanhas da Kick it Out como a ‘No Room for Racism’, temos os jogadores a ajoelharem-se no início de cada jogo, etc,. E todas as iniciativas são de louvar. Todas elas têm como objetivo trazer mais atenção ao problema, o que me parece ser o caminho. Contudo, parece-me que todas as iniciativas são poucas no mar de ódio que invade as redes sociais de jogadores após maus resultados e/ou erros individuais.

Não tenho a solução, contudo, nenhumas das apresentadas até ao momento parecem ser mais que momentâneos gritos de revolta. Os governos, a UEFA e a FIFA têm que ser mais diligentes nesta matéria e apresentar soluções que, de forma concreta, possam contribuir para a diminuição de casos de abuso.

Premier League | 34.ª Jornada

Sexta-feira, 30 de Abril

20:00 | Southampton v Leicester

Sábado, 1 de Abril

12:30 | Crystal Palace v Man City

15:00 | Brighton v Leeds

17:30 | Chelsea v Fulham

20:00 | Everton v Aston Villa

Domingo, 2 de Abril

14:00 | Newcastle v Arsenal

16:30 | Man Utd v Liverpool

19:15 | Tottenham v Sheffield Utd

Segunda-feira, 3 de Abril

18:00 | WBA v Wolves

20:15 | Burnley v West Ham

Esta semana na Premier League

Sem que desse-mos por isso o campeão poderá ficar decidido já este fim de semana. Mas, para isso, teremos que assistir a uma combinação de resultados. Concretamente, a vitória do Man City sobre Crystal Palace no sábado e a derrota do Man Utd, em casa, frente arqui-rival Liverpool. O cenário não é assim tão improvável e poderemos fechar a 34.ª jornada com o vigésimo nono vencedor da prova.

Na parte debaixo da tabela, os três últimos muito dificilmente se salvarão. Desde a décima segunda jornada que as três equipas se encontram nestas mesmas posições. Não só abaixo da linha de água, como precisamente na mesma posição. Sheffield em último, WBA em décimo nono e Fulham espreitando por vezes a segurança, mas nunca conseguido bater a barreira do décimo oitavo lugar da tabela.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.