Sem clube desde agosto, depois de se desvincular dos franceses do Mónaco, Ricardo Carvalho ‘fechou’ o número de jogadores estrangeiros permitidos por clube na liga chinesa (cinco), juntando-se aos brasileiros Hulk, antigo jogador do FC Porto, Óscar e Elkeson e ao uzbeque Akhmedov.

O Shanghai SIPG protagonizou algumas das contratações mais caras na liga chinesa. Na época passada, contratou Hulk aos russos do Zenit por 55 milhões de euros e neste defeso foi ‘resgatar’ Óscar do Chelsea por 61 milhões de euros.

Formado no FC Porto, Ricardo Carvalho começou a ‘aventura’ no estrangeiro em 2004, depois de ter conquistado a Liga dos Campeões pelos portistas, sob o comando de José Moutinho.

O defesa central acompanhou o técnico português para o Chelsea, clube que representou até 2010, ano em que deixou os londrinos para assinar pelo Real Madrid, acompanhando novamente Mourinho.

Em 2013, deixou os madrilenos para assinar pelo Mónaco, clube treinado por Leonardo Jardim.

Ricardo Carvalho estava sem clube desde o final da última época, o que não o impediu de ser um dos jogadores que, sob as ordens de Fernando Santos, ajudou Portugal a sagrar-se campeão da Europa.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.