De acordo com a conta oficial do clube italiano no Twitter, a equipa romana terá sido impedida de viajar para Espanha em virtude do avião onde viajaria não ter tido autorização para aterrar, remetendo mais informações para a UEFA.

Segundo o jornal desportivo italiano La Gazzetta dello Sport, foi descartada a hipótese dos romanos viajarem até Portugal e depois de autocarro até Sevilha, pelo que a Roma aguarda uma comunicação da parte da UEFA para decidir o que fazer, sendo que o jogo de hoje deverá ser logicamente adiado, assim como o da 2.ª mão, marcado para dia 19 de março, em Roma.

Ontem, foi noticiado, de resto, que as partidas entre Sevilha e Roma e entre Wolves e Olympiacos (cujo presidente foi infetado com o Covid-19, facto que motivou protestos pelo não adiamento do embate por parte da equipa mais portuguesa de Inglaterra) seriam realizadas à porta fechada.

Também no final do dia de ontem, o clube espanhol Getafe recusou viajar para Itália para disputar a eliminatória da Liga Europa frente ao Inter de Milão em virtude do surto do novo coronavírus que grassa no país.

"Não queremos ficar no meio do coronavírus, não temos necessidade disso", disse então o presidente do clube dos arredores de Madrid, salientando ainda que pediu ajuda à Federação Espanhola para exigir a suspensão do jogo. "Se tivermos de perder a eliminatória, vamos perdê-la, eu não vou ser aquele a assumir qualquer risco. Isto deixa-nos emocionados, mas se tiver de ser assim, assim seja", completou.

Recorde-se que o Governo português decidiu suspender todos os voos com destino ou origem nas zonas mais afetadas pela Covid-19 em Itália, o país europeu onde o surto assumiu maiores proporções, tendo já provocado mais de 600 mortos.

A epidemia de Covid-19 foi detetada em dezembro, na China, e já provocou mais de 4.200 mortos.

Cerca de 117 mil pessoas foram infetadas em mais de uma centena de países, e mais de 63 mil recuperaram.

Em Portugal, quem suspeitar estar infetado ou tiver sintomas - que incluem febre, dores no corpo e cansaço - deve contactar a linha SNS24 através do número 808 24 24 24 para ser direcionado pelos profissionais de saúde. Não se dirija aos serviços de urgência, pede a Direção-geral de Saúde.

A Direção-Geral da Saúde (DGS) lançou ainda um microsite sobre o novo coronavírus (Covid-19), onde os portugueses podem acompanhar a evolução da infeção em Portugal e no mundo e esclarecer dúvidas sobre a doença.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.